sydney-flight(Imagem: Divulgação)

Uma startup baseada em Sidney, a Flirtey, criou uma parceria com a plataforma de venda de material didático Zookal para entregar as suas apostilas. A novidade? As entregas não serão feitas através de serviços postais, de moto ou de bike, mas sim com drones. O serviço deve entrar em funcionamento em 2014.

Os livros chegam no quintal do cliente, levados por um drone que irá pairar sobre o endereço e baixar a encomenda através de uma corda retrátil. Além do charme tecnológico de ter seus livros entregues pela máquina, a Flirtey estima que o tempo de espera pelo pedido será reduzido de dois a três dias para dois a três minutos. Os custos da operação de entrega da Zookal também serão menores: cerca de um décimo do que a empresa gasta hoje. E, claro, os drones são menos agressivos ao meio ambiente se comparados com uma frota de motocicletas.

Para permitir que os drones naveguem pelas cidades australianas, foram incluídos nos aparelhos tecnologias como o Lidar, que permite que eles evitem colisões e que pousem tranquilamente caso recebam notificações de que o sistema está com defeito.

Apesar da Austrália ter uma política liberal que encoraja o uso comercial dos veículos aéreos não tripulados, um dos desafios da Flirtey será mudar a impressão que os cidadãos tem de drones, que são associados a espionagem. Por isso, a startup está trabalhando em parceria com o Centro Warren de Engenharia Avançada, que criarão regras para coordenar a forma com que os cidadãos e as empresas interagem com a tecnologia. Além disso, os veículos não possuem câmeras.

De acordo com a Flirtey, as apostilas foram escolhidas como forma de testar a entrega por drone pela variaçaõ de peso dos livros e pelo grande número de destinos que poderão alcançar (as universidades em toda a Austrália). Com isso, eles esperam provar que os aparelhos podem ser usados para fazer todo tipo de entrega de e-commerce, principalmente aquelas urgentes, como materiais médicos e alimentos.

Confira o vídeo de demonstração:

 

Fonte: Revista Galileu